NTU defende o uso de combustíveis sustentáveis no transporte público


A Associação apóia soluções mais adequadas para a mobilidade urbana que tragam benefícios ao meio ambiente
27/07/2011 - Marcelo Sáes

A NTU, Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbanos, defende no primeiro Seminário de Tecnologias Sustentáveis no Transportes a adoção de alternativas energéticas e projetos que envolvam combustíveis sustentáveis. O evento acontece na cidade do Rio de Janeiro e termina hoje à tarde.

Na avaliação do presidente da entidade, Otávio Vieira da Cunha, para que sejam alcançadas soluções adequadas para o trânsito e o meio ambiente, principalmente nos centros urbanos, é preciso estimular a população a usar o transporte coletivo. “Paralelamente, também devemos oferecer melhores condições no transporte de ônibus, implantando os sistemas BRT”, explica Otávio.

O evento apresentou as principais experiências e soluções existentes no Brasil que integrem tecnologia e combustíveis mais limpos. Além disso, a proposta do encontro pretende identificar oportunidades e eventuais dificuldades encontrados e também interagir com os órgãos públicos competentes. O objetivo é apontar um caminho sustentável para os próximos anos, com foco também nos eventos internacionais como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 com sede no Brasil.

Otávio Vieira da Cunha - Presidente da NTU (foto:divulgação)
Para a NTU, é de fundamental importância a adoção do sistema BRT de transporte público, e acredita ser a solução mais eficaz para o transporte de passageiros nas grandes cidades. Ela aponta os aspectos preventivos e de segurança do sistema como sendo os mais importantes, principalmente por suas características, como redução do número de carros nas ruas, vias exclusivas e melhor acessibilidade por meio de amplas rampas de acesso às estações.

“A NTU busca e apoia todas as soluções adequadas à mobilidade urbana que envolvam as características da responsabilidade ambiental. A entidade defende o uso de ônibus equipados com o motor padrão Euro5. Por ser menos poluente, contribuem para a redução dos gases de efeito estufa CO2”, finaliza o executivo.

Fonte: www.autoinside.com.br

Loading

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
© 2011 - Manual do Automóvel - Todos os direitos reservados | Desenvolvido e Administrado por Editwork Publicidade | (19) 3228.0603

falecom@manualdoautomovel.com.br