Petrobras anuncia investimentos de R$ 388,9 bilhões até 2015


O Plano de Negócios apresentado pela companhia prevê a instalação de 19 grandes projetos de produção, com incremento de produção de 2,3 milhões de barris de petróleo por dia, entre outros
27/07/2011 - Marcelo Sáes

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, apresentou nesta quarta-feira (27/07), em São Paulo, o Plano de Negócios da Companhia para o período 2011-2015. O evento contou com a participação de 400 empresários paulistas e foi organizado em parceria com a FIESP, Apimec, IBP, Abimaq, Abdib, Abeme e ABM.

O Plano de Negócios, aprovado pelo Conselho de Administração da Companhia na última sexta-feira (22/07), prevê investimentos de US$ 224,7 bilhões (ou R$ 388,9 bilhões) até 2015. Para a região Sudeste, a previsão é investir cerca de US$ 139,2 bilhões, sendo que US$20,9 bilhões serão investidos no estado de São Paulo. Deste total, US$ 8,248 bilhões serão aplicados na Exploração e Produção, US$ 9,851 para Refino, Transporte e Comercialização e outros US$ 1,575 para Biocombustíveis, entre outros projetos.

A proposta conta com 688 projetos com custo acima de US$ 25 milhões e mais de 3 mil projetos com investimento inferior a este valor. Segundo Gabrielli, “cerca de 34% destes projetos acima de US$ 25 milhões foram aprovados pela direção da Companhia antes de 2009 e outros 50% antes de 2011. Com isso, pode-se afirmar que os projetos que compõem o Plano possuem um grau de maturidade, conhecimento e aprovação interna muito significativos”.

Entre os destaques do Plano, está a instalação de 19 grandes projetos de produção, com incremento de produção de 2,3 milhões de barris de petróleo por dia de capacidade. A companhia prevê a perfuração de mais de mil novos poços offshore, sendo 40% deles exploratórios e 60% para desenvolvimento da produção.

Para as áreas de Refino, Petroquímica e Logística serão destinados mais de US$ 70 bilhões. A capacidade de refino da companhia será acrescida de 395 mil barris de petróleo por dia até 2015 e os investimentos também serão direcionados para a conclusão do processo de modernização do parque de refino.

Gabrielli destacou ainda a importância da participação dos fornecedores da Petrobras para que o Plano de Negócios da Companhia alcance seus objetivos. Entre os recursos necessários para o crescimento da produção está a contratação de 28 sondas a serem construídas no Brasil até 2020 com conteúdo nacional superior a 65%. O presidente ressaltou que aproximadamente 255 mil fornecedores diretos e indiretos deverão ser impactados pelo Plano de Negócios da Companhia nos próximos anos.

Fonte: Agência Petrobrás

Loading

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
 
© 2011 - Manual do Automóvel - Todos os direitos reservados | Desenvolvido e Administrado por Editwork Publicidade | (19) 3228.0603

falecom@manualdoautomovel.com.br